motivos para ser professor motivos para ser professor

5 motivos para ser professor e transformar pessoas com a educação

7 minutos para ler

Quem nunca pensou “em dia eu quero ser uma pessoa como este professor”? Ou para aqueles que não frequentam mais a sala de aula, quem não tem na memória um professor que fez toda diferença em sua formação? Todos temos. Isso porque esse profissional ajuda a transformar a vida de pessoas e crianças por meio do ensino.

Assim como temos inúmeras razões para olharmos com carinho para nossos educadores, também temos vários motivos para ser professor. Ministrar aulas e ver alunos que antes não gostavam da matéria agora empenhados e cheios de curiosidade é uma das melhores sensações que um docente pode ter. Assim como ver seus alunos tendo grandes conquistas.

Está pensando em ser professor, mas ainda tem dúvidas? Então continue lendo o post e tire todas as suas dúvidas sobre a carreira. Ao final, contaremos um pouco sobre o curso de pedagogia. Uma curiosidade: é o terceiro mais procurado em número de matrículas, só perdendo para direito e administração. Confira!

Por que escolher a carreira de professor?

Está pensando em atuar na área da educação? Então descubra 5 motivos para ser professor!

1. Fazer a diferença na sociedade

Todo mundo se sente mais confiante em correr atrás dos seus sonhos e objetivos quando tem alguém acreditando junto e incentivando. Esse alguém pode ser o professor. Isso porque o profissional está preparado para enxergar o potencial de seus alunos, que muitas vezes é além do convencional, e ajudá-lo em sua caminhada. Sem dúvidas, esta é uma das profissões que deixam mais legados no mundo.

Outro modo de fazer diferença na sociedade sendo docente é dedicando-se a atividades de pesquisa, com projetos financiados por agências de fomento que tem como meta produzir e renovar conhecimentos que serão passados adiante, independentemente da área de atuação.

2. Compartilhar conhecimento

Ao entrar em uma sala de aula, certamente o educador terá anos a mais de experiência e bagagem que os alunos. Porém, com didática e criatividade, será possível transmitir esses conhecimentos de uma forma compreensível e motivadora.

Um bom profissional precisa reconhecer nas atitudes da turma se a explicação está sendo acessível ou difícil de entender, para então mudar de estratégia e explicar de modo diferentes e quantas vezes forem necessárias, com toda a paciência.

Desse modo, com certeza cada aluno interessado, independentemente de suas particularidades, se sentirá apto a aprender a matéria e adquirir o conhecimento passado.

3. Marcar a vida de alunos

Um docente tem a possibilidade de mostrar em sala de aula seu lado mais humano e adquirir respeito e confiança quando consegue passar os conteúdo de forma interessante e diversificada, fomentando um contato mais estreito com os estudantes (isso não significa anular a hierarquia). Dessa forma, aquela matéria que antes parecia chata e difícil, passa a ser interessante e simples. Um aluno nunca esquece do professor quando ele é o facilitador da superação de tais dificuldades.

Em outros momentos, alguns alunos precisarão de conselhos e apoio em casos de dificuldades de aprendizagem ou com questões emocionais. Um educador com sensibilidade para enxergar tais situações e com boa capacidade de comunicação para conversar com o estudante, com certeza será lembrado com carinho pelo resto da vida.

4. Ter convivência social

Diferente de muitas profissões, a convivência social é rotineira na vida de um professor. Esse profissional está sempre em contato com alunos, pais, coordenadores e outros docentes da equipe. Um dos motivos para ser professor, para quem gosta de estar rodeado de pessoas, é praticar o bom convívio e prezar pela harmonia.

O docente precisa estar apto em saber o momento de ouvir os alunos e lidar com suas potencialidades e fraquezas. Além de ter uma boa comunicação com os pais, onde serão expressados, de ambos os lados, as preocupações e opiniões.

5. Rotina diferenciada

O último motivo apresentado neste post diz respeito a vida particular do professor. Existem muitas pessoas que não gostam da rotina estabelecida pelo mercado e pelo “horário comercial”. Caso você seja uma dessas pessoas, essa profissão pode te proporcionar horários diferenciados e não prender você na frente de um computador dentro de um escritório.

O docente pode escolher dar aulas nos períodos que mais se adapta, como apenas pela manhã ou apenas pela noite. Porém, de modo algum isso significa um cotidiano tranquilo. Preparar aulas, por exemplo, exige muita dedicação. Mas você poderá fazer isso em casa de forma criativa e interessante.

Como funciona o curso de pedagogia?

Um dos caminhos para ser professor é cursar pedagogia. Para dar o primeiro passo com sucesso e se destacar no mercado de trabalho para pedagogos, é preciso investir em formação de qualidade e com diferenciais. Conheça algumas características do curso!

Duração

Um bom curso de licenciatura em pedagogia costuma durar 8 semestres, ou seja, 4 anos. Esse período consiste em aproximadamente 3800 horas divididas em aulas presenciais teóricas e práticas, como estágios.

A licenciatura é a formação que prepara o estudante para a docência, permitindo com que ele atue no ensino infantil e fundamental.

Características de um estudante de pedagogia

Uma maneira de uma pessoa saber se combina com o curso de pedagogia é conhecendo a sua motivação e verificando se sua personalidade também é condizente com um profissional que gosta do convívio com pessoas, de enfrentar desafios e de desfrutar das alegrias da infância.

Além disso, evidentemente, um estudante de pedagogia tem que gostar de assuntos relacionados à educação humanizada, ter interesse em ajudar outras pessoas por meio da assessoria pedagógica e gostar de analisar como indivíduos desvendam o mundo e se relacionam com as tecnologias.

Disciplinas importantes

As disciplinas do curso de pedagogia podem ser divididas em três eixos: formação cultural, para a compreensão do ser humano, abrangendo diferentes áreas como história, sociologia e filosofia; formação pedagógica, onde o estudante aprenderá ter domínio didático e exercer a docência; e o eixo da formação artística e social, momento em que os alunos exercitam o autoconhecimento através da arte e aprendem a administrar processos educacionais e sociais.

Depois dessa leitura, fica fácil provar que a profissão vai além de administrar conteúdos e corrigir provas e que existem diversos motivos para ser professor. Esse profissional tem uma função essencial em cada etapa do desenvolvimento dos jovens em seres humanos empenhados e com bons objetivos, já que sempre servirão como espelho e incentivo. Além do mais, a profissão pode ser muito gratificante para aqueles que gostam de estar sempre atualizando conhecimentos e convivendo com diversas pessoas. Se essa é a sua vontade, lembre-se que o curso de pedagogia pode ser o primeiro passo.

Você ainda tem alguma dúvida sobre a profissão de professor ou sobre o curso de pedagogia? Se sim, entre em contato com a gente! Ficaremos muito satisfeitos em ajudar!

Posts relacionados

2 thoughts on “5 motivos para ser professor e transformar pessoas com a educação

    1. Olá Manuela. Ficamos felizes com o seu interesse! No site da FRS, na Pós-Graduação, você encontra cursos de Especialização Lato Sensu em áreas da Pedagogia Waldorf. Também no site, em Biblioteca, alguns conteúdos estão disponíveis gratuitamente. Como se cadastrou em nosso blog, receberá alertas de nossas matérias no seu email. Vamos manter contato!

Deixe um comentário