Pandemia e educação Pandemia e educação

Pandemia e educação: quais os aspectos positivos para o setor?

6 minutos para ler

Nos últimos meses, pandemia e educação são assuntos que têm estado muito relacionados, uma vez que, desde que o distanciamento social teve início em razão da covid-19, a área educacional sofreu diferentes mudanças.

Contudo, apesar de se tratar de um momento que é desafiador tanto para a escola quanto para pais e alunos, o ensino a distância também é uma oportunidade de quebrar resistências e acelerar mudanças necessárias para o futuro da educação.

Se você deseja conhecer mais sobre o tema e descobrir quais são os legados positivos que a pandemia deve deixar na educação, acompanhe este post, pois nele apresentamos todos os detalhes sobre o tema. Confira!

Valorização do professor

Um dos principais aspectos positivos gerados para o setor da educação é, sem dúvidas, a valorização do professor — fator que deve alterar até mesmo a relação entre famílias e escola.

Com o ensino a distância, a figura do professor passou a ser mais valorizada, pois tanto os pais quanto os alunos perceberam que ensinar é uma tarefa muito mais complexa e profunda do que supunham as pessoas adeptas da ideia do “homeschooling” (ensino domiciliar).

Uso de tecnologia em sala de aula

A área da educação tradicional costumava caminhar a passos lentos em direção à digitalização. Contudo, em razão da pandemia, o setor foi obrigado a se desenvolver e a acompanhar a evolução dos últimos anos da tecnologia.

Em tempos de pandemia, foi necessário promover a utilização de novas tecnologias, metodologias ativas, entre outras soluções para que a educação a distância fosse viável.

Com isso, até mesmo os profissionais que ainda não tinham se atualizado sobre as novas tecnologias tiveram que aprender a utilizá-la. Nesse sentido, a familiarização do profissional com a tecnologia também gera uma aproximação maior com os alunos que, em geral, estão acostumadas com os ambientes digitais.

Como consequência, a tendência é que, quando as aulas presenciais retornarem, a tecnologia continue sendo utilizada por educadores e alunos.

Aproximação da família

Quando os pais se interessam pelos estudos de seus filhos, frequentam a escola e perguntam sobre lições, há uma melhora na aprendizagem da criança. Por sua vez, nos últimos tempos, os professores reclamavam com frequência do distanciamento dos pais, que passaram a delegar o papel da educação integralmente à escola.

Durante a pandemia, os alunos e suas famílias se tornaram responsáveis, em grande parte, pelo aprendizado, em um grau mais elevado do que antes. Assim sendo, isso deve gerar uma solidariedade na educação, uma vez que houve um estreitamento nas relações.

Nesse sentido, até mesmo as famílias mais ocupadas ou desinteressadas passaram a vivenciar o momento do ensino, pois, durante a pandemia, ele está ocorrendo em casa. Além do mais, pais que agora ajudam na realização de atividades mais complexas ou até mesmo escutam, de vez em quando, as aulas a que os filhos estão assistindo podem se lembrar como é o processo de ensinar e aprender.

Dessa maneira, a família tem conhecido mais de perto o trabalho do educador e as dificuldades do ensino. Com isso, houve uma aproximação, mesmo que forçada, entre pais e professores, a qual pode dar início a uma cultura de diálogo e parceria contínua.

Contudo, essa aproximação da família com a escola ocorreu sem qualquer tipo de planejamento. Então, para que ela tenha continuidade, é preciso que as instituições de ensino continuem estimulando os responsáveis a frequentar os compromissos escolares e, especialmente, a manter o interesse e a participação na vida escolar das crianças.

Desenvolvimento de habilidades socioemocionais

Apesar de se tratar de um assunto muito falado nos últimos tempos — inclusive nas graduações de licenciatura — e de fazer parte da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) — diretriz acerca do que deve ser aprendido na escola —, as habilidades socioemocionais dificilmente eram valorizadas em sala de aula.

Em geral, as escolas não conseguiam tratar sobre as habilidades socioemocionais porque matérias que caem no vestibular, como português e matemática, recebiam mais destaque e importância, não sobrando tempo ou até mesmo motivação para ensinar os alunos sobre foco, empatia, redução de estresse, resiliência e companheirismo.

No entanto, após a pandemia, quando houver o retorno às aulas presenciais, é orientado que os professores abordem esses temas em sala de aula para que haja o restabelecimento da sensação de segurança.

Interdisciplinaridade

Outro ponto relevante entre pandemia e educação é que, quando o caos passar, o acolhimento dos estudantes também deve ser feito de forma interdisciplinar, ou seja, o recomendado é que assistentes sociais e psicólogos trabalhem em conjunto com os professores na volta às aulas.

No delicado momento após a pandemia, muitos alunos podem se sentir inseguros e fragilizados, precisando de apoio emocional para retornar ao novo normal nas escolas, uma vez que passaram por um período de mudança e incertezas.

O ideal é que essa experiência, inclusive, tenha continuidade mesmo após a pandemia, uma vez que se trata de uma medida importante para o desenvolvimento do ambiente escolar e para o acolhimento dos alunos na escola.

Metodologias ativas

No campo educacional, as metodologias ativas — que fazem com que o aluno saia da passividade e se torne o centro do processo de seu aprendizado, proporcionando um aprendizado ativo e colaborativo — devem receber cada vez mais destaque.

Até mesmo durante as aulas mediadas por tecnologia em razão da pandemia, também é possível trabalhar com as metodologias ativas, a fim de promover um aprendizado em busca do protagonismo autoral e participativo dos alunos.

Além disso, a metodologia ativa ainda contribui para o desenvolvimento de habilidades que são importantes para o mundo de hoje, como empatia, exercício de resoluções de problemas, colaboração etc.

Agora que você já conhece a relação entre pandemia e educação e sabe quais são os aspectos positivos dessa situação atípica vivenciada em 2020 para o setor, lembre-se de que os professores também exercem um papel fundamental na disseminação desse legado positivo quando a situação retornar à normalidade.

Se você gostou deste post, siga-nos nas redes sociais (Facebook, Instagram e YouTube) para receber atualizações sobre nossos novos conteúdos!

Créditos da foto: Jeremy Avery

Posts relacionados

Deixe um comentário