Salutogênese Salutogênese

Salutogênese e a pedagogia Waldorf: entenda a relação entre eles

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

A FRS se propõe a ampliar a proposta pedagógica do curso por meio de diferentes assuntos complexos, como pelo estudo da salutogênese e da pedagogia Waldorf. Você já ouviu falar sobre esses termos?

Se ainda não tem muito conhecimento a respeito do assunto, aproveite para conferir o que cada um deles significa e como se relacionam para acrescentar na formação de um estudante. Acompanhe a leitura e fique por dentro de duas tendências da educação do futuro!

O que é salutogênese?

A própria etimologia da palavra indica o seu significado, que vem do latim e quer dizer origem (genesis) da saúde (salus). Quando um estudante da área da saúde inicia o aprendizado sobre patologia, ele faz exatamente o oposto — que é estudar a patogênese, já que pathus indica doença. Nesse caso, o propósito é buscar tudo aquilo que está ligado a uma vida saudável.

O pesquisador que chegou a essa ideia em 1979, Aaron Antonovsky, determinou que um dos fundamentos para a salutogênese seria o “senso de coerência”. Assim, um indivíduo que vive em estado de harmonia e bem-estar (com o ambiente e consigo mesmo) conseguiria criar uma resistência maior contra as doenças.

Os estudos foram aprofundados por outros pesquisadores com o intuito de entender melhor como algumas pessoas são capazes de se manterem saudáveis mesmo passando por várias adversidades. Nesse sentido, foram estabelecidos alguns pilares do senso de coerência. São eles:

  • significado: que está relacionado aos relacionamentos sociais;
  • flexibilidade: que é a capacidade de se adaptar e de ser resiliente;
  • estímulo: que tem a ver com as forças que aproximam pessoas em aspectos como profissão, interesses, família etc.

Dar maior atenção para esses fatores seria crucial para ter uma vida sadia, estável e feliz. Uma das propostas de Antonovsky é ter a educação como um caminho importante para desenvolver esses pilares desde a infância, ajudando no desenvolvimento de crianças e jovens que se tornariam adultos mais saudáveis no futuro.

O que é a pedagogia Waldorf?

Por sua vez, a pedagogia Waldorf tem como base uma visão holística do ser humano. Não por acaso, ela foi idealizada por Rudolf Steiner, o filósofo e educador austríaco que inspirou o nome da nossa faculdade.

A ideia de Rudolf nada mais é do que enxergar a pedagogia como uma ferramenta para promover uma formação integral para os indivíduos. Isto é, que não tenha como foco apenas sua inteligência mental, mas também aspectos sociais e emocionais, a fim de que seja construído um relacionamento sadio com o ambiente, com a sociedade e com o interior de cada um. Essa seria uma forma de potencializar a educação para o ser humano.

Para isso, é essencial ter um projeto pedagógico que considere e respeite as individualidades de diferentes faixas etárias e do ritmo de cada aluno, oferecendo as melhores condições para que eles se desenvolvam. Alguns valores envolvidos nesse processo são:

  • liberdade;
  • criatividade;
  • sensibilidade;
  • empatia;
  • responsabilidade;
  • fraternidade.

Ajudar as pessoas a desenvolverem os seus potenciais é contribuir para a formação de quem pode transformar a sociedade.

Quais são os benefícios relacionados aos dois conceitos?

Depois de conhecer um pouco dos dois conceitos, é possível perceber que eles se relacionam de algumas formas, certo? É especialmente relevante falar disso na vida moderna, um tempo em que várias doenças e complicações emocionais são tão presentes na sociedade.

O estresse, a depressão e tantos outros males que representam riscos para nossa saúde podem encontrar um campo muito menor para se reproduzirem com a combinação dessas ideias. É como deixar de ver a educação como uma simples transmissão do conhecimento acadêmico para perceber que outros elementos também podem (e devem) ser fortalecidos.

A aplicação dos conceitos da salutogênese e da pedagogia Waldorf consegue promover uma harmonia entre os âmbitos do pensar, sentir e agir. Como Rudolf Steiner descreve em sua teoria antroposófica, o homem se distingue dos outros seres por poder fazer escolhas conscientes e em liberdade. Logo, o ideal é que sua formação o ajude a refletir, encontrar seus talentos e seguir seus sonhos.

Uma educação respeitosa e que cuide da criança de forma integral promoverá a saúde necessária para o desenvolvimento humano.

Como unificá-los impacta a formação do aluno?

Ter essas duas referências na educação de um aluno é capaz de proporcionar uma instrução diferenciada, pois o ensino tradicional pouco se preocupa com questões que vão além do currículo obrigatório dos cursos.

Desde a primeira infância até o ensino superior, essas referências devem ajudar a expandir a mente do estudante e abrir caminhos para o seu crescimento. Cada um deve ser estimulado a desenvolver o seu próprio pensar, sentir e agir, sem sofrer tanto com intervenções ou pressões externas. Para colocar em prática a integração desses conceitos, seria importante considerar fatores como:

  • contato com a natureza e responsabilidade com o meio ambiente;
  • aprendizado de atividades manuais;
  • aproximação das mais diversas expressões artísticas;
  • estímulo à construção do senso crítico;
  • diversificação das experiências sensoriais.

Tudo isso contribui para uma formação mais completa do ser humano, criando cidadãos mais conscientes, responsáveis e livres. Sem contar que todas essas oportunidades ajudam cada um a descobrir talentos ou desenvolver habilidades, o que pode acabar influenciando suas escolhas profissionais ou simplesmente servir como uma atividade que proporcione prazer e satisfação.

O papel dos educadores nesse contexto é olhar cada aluno de maneira humana e individual, oferecendo as ferramentas para que eles se desenvolvam. Afinal, lidar com os desafios contemporâneos é uma tarefa que exige cuidado e capacitação de quem quer ser professor ou pedagogo, não é mesmo?

Enfim, a salutogênese e a pedagogia Waldorf podem ser compreendidas como parceiras em um processo de aprendizagem diferenciado, que valoriza a formação holística dos aprendizes para que eles sejam pessoas mais qualificadas e felizes no futuro.

O que você achou de saber mais sobre a relação entre salutogênese e pedagogia Waldorf? Aproveite que está aqui para conhecer outros detalhes sobre a visão de ser humano e de mundo presentes em nossos cursos entrando em contato conosco!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário